teia de ideia [mídia e tecnologia]

Francisco Rolfsen Belda

Matérias da categoria ‘startup’

Apresentação para oficina de mídia start-up

nenhum comentário

Confira neste post a apresentação utilizada para condução da oficina de “Media Start-up: modelagem de negócios, processos e produtos para mídias digitais”, oferecido no Intercom Sudeste 2015.

Mídia Start-up – negócios, processos e produtos para plataformas digitais

Escrito por Francisco Rolfsen Belda

22/06/2015 às 15:39

Media Startup: negócios e produtos para plataformas digitais

nenhum comentário

MINI-CURSO:
MEDIA START-UP: MODELAGEM DE NEGÓCIOS E PRODUTOS ?PARA PLATAFORMAS DIGITAIS

RELEVÂNCIA E ATUALIDADE 
A nova economia da comunicação abre oportunidades para a criação de negócios e produtos inovadores de baixo custo e distribuídos por meio de plataformas digitais, tais como aplicativos para tablets e smartphones, além de sites, portais e outros serviços informativos acessíveis por meio de internet. Neste contexto, o curso apresenta conceitos, técnicas e estratégias de modelagem para o desenvolvimento ágil de empreendimentos nascentes, ou empresas start-up, na área da comunicação digital, capacitando os participantes para o planejamento e o lançamento de novos negócios e produtos nessa área.

EMENTA

  1. Novos mercados na comunicação digital.
  2. Organização de uma empresa start-up de comunicação.
  3. Modelagem de negócios com a técnica BMG Canvas.
  4. Métodos de desenvolvimento ágil de produtos.
  5. Mapeamento de cenários tecnológicos com uso de roadmapping.
  6. Planejamento comercial e projeções financeiras.

OBJETIVOS

  • Apresentar instrumentos de modelagem de negócios e produtos como subsídios para a criação de empresas start-up de comunicação digital;
  • Capacitar os participantes para o planejamento e o desenvolvimento de atividades de empreendedorismo em comunicação.

PÚBLICO
Alunos de graduação e de pós-graduação em Jornalismo, Publicidade e Propaganda, Relações Públicas, Rádio e Televisão, entre outras áreas interdisciplinares de comunicação.

OBSERVAÇÕES

  • É desejável que o curso seja ministrado em sala que permita a divisão dos participantes em até cinco grupos de quatro pessoas, em mesas de trabalho coletivo, diante de um quadro branco amplo, sobre o qual possam ser colados post-its (não danificam o quadro), para demonstração de notações.
  • Recomenda-se que os alunos tragam, se possível, seus próprios smartphones, tablets e notebooks para a atividade, caso o possuam. A indisponibilidade desses dispositivos, contudo, não impede a participação no curso.

Escrito por Francisco Rolfsen Belda

16/04/2015 às 13:47

Publicado em startup