teia de ideia [mídia e tecnologia]

Francisco Rolfsen Belda

O racionalismo clássico de Descartes

nenhum comentário

  • Método científico como meio de legitimação do conhecimento
  • Abordagem lógica e instrumental do sujeito frente a um objeto
  • René Descartes (Discourse de la Methode, 1637) e o método científico clássico:
    • Crença em uma verdade única das coisas, que proviria de Deus
    • Evidência como critério para definição de verdades
    • Cada verdade evidenciada compõe uma regra, da qual deduz-se uma nova verdade
    • Dúvida (inclusive existencial) como princípio de investigação
    • Obtenção da verdade primeira: “penso, logo existo”
    • Decomposição do objeto em partes: raciocínio analítico
    • Ordenação e revisão do pensamento, desde objetos simples até os mais complexos
    • Mensuração como fator de confiabilidade e previsão
    • Instrumental teórico: Lógica, Álgebra e Geometria
    • Contribuições: o modelo experimental e o plano cartesiano
    • Personagens: Galileu Galilei e Isaac Newton
  • Legado do método científico clássico:
    • Crença numa “verdade das coisas”
    • Ordenação e fragmentação dos objetos de estudo
    • Busca de evidências lógicas da verdade dos objetos
  • Influência sobre o Positivismo Lógico:
    • Conhecimento acumulativo e verdadeiro, validado pela experiência empírica
    • Concepção teleológica de ciência: desenvolvimento linear rumo a fins pré-estabelecidos

Escrito por Francisco Rolfsen Belda

25/08/2010 às 5:20

Deixe uma resposta