teia de ideia [mídia e tecnologia]

Francisco Rolfsen Belda

Imagem e agenda no Legislativo

nenhum comentário

Grande parte da “imagem negativa” que o presidente da Câmara Municipal pretende, agora, reverter com a contratação de uma consultoria de marketing decorre da falta de uma agenda legislativa à altura da Casa. 
 
A maioria dos que acompanham o noticiário político em Araraquara mal é capaz de identificar um ou dois temas realmente interessantes que tenham ocupado os vereadores, nos últimos meses, para além da praxe, como apreciar e aprovar projetos de lei do Executivo, nomear ruas e praças, conceder títulos honoríficos, felicitar categorias profissionais em datas comemorativas e manifestar apoios ou ressalvas políticas quase sempre repetidas e previsíveis. 
 
Existem, claro, bons projetos. Mas o resultado é que iniciativas que tratam da qualidade e da segurança do serviço público, da simplificação da legislação municipal, do planejamento urbano, do orçamento e de novos investimentos, entre outros temas oportunos, acabam quase sempre ofuscadas e preteridas. 
 
Fica então a imagem do oportunismo, como o aumento do número de cadeiras, o reajuste abusivo dos próprios subsídios e a tentativa, depois frustrada na Justiça, de minimizar o crime do colega que prometeu trocar apoio eleitoral por cargo público no gabinete da Rua São Bento. 
 
Se a cena não mudar, pode acabar parecida com a de Brasília, onde deputados e senadores empenhados em proteger colegas ameaçados na CPI do Cachoeira ou no julgamento do mensalão parecem cada vez mais alheios e menos capazes de contribuir para o aperfeiçoamento das políticas sociais e econômicas que envolvem, por exemplo, o acesso ao crédito, a distribuição de royalties ou compensações tributárias.
 
Caso a contratação da tal consultoria de imagem avance no Legislativo de Araraquara, suas principais conclusões e recomendações serão, talvez, sintetizadas na criação de uma “agenda positiva”, o que pode significar apenas enfeitar a noiva para as eleições em outubro. Resta saber se, às vésperas do casamento, haverá tempo para preparar a maquiagem. 

Escrito por Francisco Rolfsen Belda

17/05/2012 às 22:22

Publicado em Coluna

Deixe uma resposta