teia de ideia [mídia e tecnologia]

Francisco Rolfsen Belda

Plano de ensino: Laboratório de Tecnologias Digitais

nenhum comentário

Ementa: A relação entre jornalismo, tecnologia e sociedade a partir da internet e diante de cenários de convergência de mídia. Características e técnicas de uso da internet e de novas mídias digitais como instrumentos de informação, divulgação, distribuição, colaboração e pesquisa. Aplicativos de produção de conteúdo multimídia e as novas linguagens e formatos jornalísticos. O design e o desenvolvimento de produtos jornalísticos para meios digitais.

OBJETIVOS

  1. Capacitar o aluno para o entendimento e o uso profissional de novas tecnologias de informação e comunicação aplicadas ao jornalismo, tendo em vista a prática do jornalismo multimídia na internet e em novos meios digitais
  2. Introduzir o aluno nas discussões teóricas que envolvem informação, tecnologia e sociedade sob a perspectiva da atividade jornalística, estimulando sua visão crítica do processo de transformação dos cenários comunicacionais
  3. Desenvolver a capacidade de análise do aluno sobre produtos e publicações em mídia digital, levando-o a identificar elementos, técnicas, formatos e linguagens que caracterizam a comunicação interativa e multimídia nesses meios.
  4. Viabilizar o desenvolvimento de um produto original de jornalismo digital reunindo conteúdos produzidos pelos alunos em atividades da disciplina.

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1.      Jornalismo em tempos de convergência midiática

  • Modelos cibernéticos de comunicação aplicados ao jornalismo
  • História das mídias, dos sistemas computacionais e da internet
  • Novas tecnologias de informação e comunicação
  • Evolução das hipermídias e seus ambientes de aplicação
  • Cenários e tendências de convergência em mídias digitais

2.      Características e usos comunicacionais do jornalismo digital

  • Hipertextualidade, interatividade, flexibilidade, multimedialidade, usablidade, instantaneidade, acessibilidade, colaboratividade, coloquialidade, sociabilidade, hiperlocalidade e outros

3.      Técnicas de pesquisa e produção de conteúdo para internet

  • Pesquisa documental e factual em portais e sistemas de busca
  • Uso de webconferência para entrevistas jornalísticas
  • Novos formatos de conteúdo e competências de produção
  • Aplicativos de produção e distribuição de conteúdos
  • Redação, checagem, correção e tradução de texto
  • Produção de hipertextos e links de integração
  • Produção e tratamento de fotografias e ilustrações
  • Produção e edição de conteúdos audiovisuais
  • Produção de infográficos animados e interativos

4.      Engenharia de processos e produtos de mídia digital

  • Planejamento de produtos jornalísticos em mídia digital
  • Arquitetura de informação e modelagem de acervos editoriais
  • Requisitos para o desenvolvimento de aplicações
  • Sistemas de gestão e publicação de conteúdo (CMS)
  • Elementos e atributos de metadados e indexação
  • Linguagens de marcação e programação computacional
  • Infraestrutura de hospedagem e ferramentas de difusão

5.       Novos meios na transição para o sistema digital

  • Modelos de operação para a televisão e o rádio digital
  • Aplicativos jornalísticos para telefone celular e tabletes
  • Sistemas de comunicação personalizada, ubíqua e transparente
  • Jogos de notícias (newsgames) em comunidades colaborativas

 

ATIVIDADES EXTRACLASSE

Bimestre 1  (12 horas)

  • Leitura de capítulos de livros e textos acadêmicos de referência
  • Preparação de seminário sobre a leitura
  • Produção de resenha sobre textos lidos

Bimestre 2 (12 horas)

  • Leitura de capítulos de livros e textos acadêmicos de referência
  • Preparação de seminário sobre a leitura
  • Produção de resenha sobre textos lidos

Bimestre 3 (8 horas)

  • Análise de portais de notícias
  • Análise de rádios e TV on-line
  • Produção de relatórios sobre as análises de veículos

Bimestre 4 (8 horas)

  • Análise de blogs jornalísticos
  • Análise de usos jornalísticos de redes sociais
  • Produção de relatórios sobre as análises de veículos

 

METODOLOGIA DE ENSINO

  • Aulas expositivas sobre tópicos do conteúdo programático, com apresentação de slides digitais e material de apoio em hipertextos (páginas de textos teóricos e de imprensa) e audiovisual (entrevistas e videodocumentários);
  • Análise de conteúdo de veículos jornalísticos de mídia digital, com a produção de relatórios técnicos descritivos sobre as publicações estudadas e de resenhas das obras de referência bibliográfica estudadas para contextualização;
  • Apresentação e demonstração, pelo professor, seguidas de prática assistida do uso, pelos alunos, de sistemas e aplicativos de produção e edição digital, com descrição e experimentação sobre suas interfaces e funções;
  • Planejamento, preparação e apresentação de seminários pelos alunos, em duplas, a partir da leitura e interpretação de textos acadêmicos de referência selecionados e disponibilizados pelo professor (ver em “Textos acadêmicos disponíveis on-line”, ao final das referências bibliográficas deste Plano de Ensino);
  • Publicação de um site da disciplina, aberto aos alunos para consulta de fichas didáticas, material de apoio, links sugeridos, intercâmbio de comentários, além da publicação de blogs com a produção prática dos alunos para a disciplina;
  • Produção colaborativa de um veículo original em mídia digital pelos alunos.

 

AVALIAÇÃO

  1. Compreensão do conteúdo programático, avaliada por meio de discussões participativas em sala de aula e exercícios bimestrais de aproveitamento, incluindo a produção de resenhas, relatórios de análise e resposta a questões dissertativas;
  2. Evolução da capacidade de uso, pelo aluno, das aplicações computacionais de produção e edição de conteúdo digital estudadas e praticadas na disciplina, bem como a qualidade técnica e estética dos produtos jornalísticos desenvolvidos nessas atividades e experiências;
  3. Capacidade de apreensão e interpretação de textos acadêmicos de referência, aferida a partir da qualidade de organização e de apresentação dos seminários;
  4. No Ciclo de Recuperação, a avaliação será feita por meio de trabalho prático produzido pelos alunos, a partir de análise de um veículo de mídia digital e produção de uma reportagem multimídia interativa.

ATENÇÃO: Provas substitutivas serão aplicadas na semana seguinte à da prova perdida, ou na primeira semana do semestre seguinte. Trabalhos práticos não poderão substituir exercícios ou provas de conteúdo teórico.

CICLO DE RECUPERAÇÃO

A partir da revisão de conceitos e conteúdos da disciplina, será aplicada avaliação na forma de dois exercícios: 1) Análise de um veículo de mídia digital; 2) Produção de uma reportagem multimídia interativa.

 

BIBLIOGRAFIA BÁSICA

BRIGGS, Mark. Jornalismo 2.0: um guia de cultura digital na era da informação. Knight Center for Journalism in the Americas (sem data). (Disponível para download gratuito em http://knightcenter.utexas.edu/digitallibrary).

CASTELLS, Manuel. A galáxia da Internet. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2004.

CRUCIANELLI, Sandra. Ferramentas digitais para jornalistas. Knight Center for Journalism in the Americas (sem data). (Disponível para download gratuito em http://knightcenter.utexas.edu/digitallibrary).

 

BIBLIOGRAFIA COMPLEMENTAR

CASTELLS, Manuel. A sociedade em rede. São Paulo: Paz e Terra, 1999.

CORTÊS, Pedro Luiz. Administração de sistemas de informação. São Paulo: Saraiva, 2008

COSTA, Caio Túlio. Ética, jornalismo e nova mídia: Uma moral provisória. Zahar, 2009.

DIZARD JR, Wilson. A nova mídia: a comunicação de massa na era da informação. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2000. 

FERRARI, Polllyana (org). Hipertexto / Hipermídia: as novas ferramentas da comunicação digital. São Paulo: Contexto, 2007.  

FERRARI, Pollyana. Jornalismo digital. São Paulo, Editora Contexto, 2003.

KUCINSKI, Bernardo. Jornalismo na era virtual: ensaio sobre o colapso da razão Ética. São Paulo: Unesp, 2005.  

LEÃO, Lúcia (Org.). O chip e o caleidoscópio: reflexões sobre as novas mídias. São Paulo: Senac, 2005.

MORETZSOHN, Sylvia. Jornalismo em tempo real: o Fetiche da Velocidade. Rio de Janeiro: Editora Revan, 2002.

 

Textos acadêmicos disponíveis on-line (preparação de seminários)

AQUINO, Maria Clara. “Um resgate histórico do hipertexto:. O desvio da escrita hipertextual provocado pelo advento da Web e o retorno aos preceitos iniciais através de novos suportes”. UNIrevista, Vol. 1, n° 3. 2006. Disponível em: http://www.unirevista.unisinos.br/_pdf/UNIrev_Aquino.PDF.

BARBOSA, Suzana. Bases de dados e webjornalismo: em busca de novos conceitos. Disponível em <http://www.bocc.uff.br/pag/barbosa-suzana-bases-de-dados-webjornalismo.pdf> Acesso em 04 fev. 2010.

CHRISTOFOLETTI, R; LAUX, A. P. F. “Confiabilidade, Credibilidade e reputação: no jornalismo e na blogsfera”. Revista da Intercom. Vol n. 31, n. 1, 2008. Disponível em: http://revcom2.portcom.intercom.org.br/index.php/rbcc/article/view/4809/4522

DELABRE, Raúl Trejo. “Internet como expressão e extensão do espaço público”. In. Matrizes. Disponível em http://www.usp.br/matrizes/MATRIZes_02_02_por.php.

GONZÁLEZ, Jorge A. “Digitalizados por decreto. Cibercultur@: inclusão forçada na América Latina”. Disponível em: http://www.usp.br/matrizes/MATRIZes_02_01_por.php.

LEMOS, André.  Anjos Interativos e retribalização do mundo. Sobre interatividade e interfaces digitais. Disponível em <http://www.facom.ufba.br/ciberpesquisa/lemos/interac.html>.

MACHADO, Elias. A intranet como modelo de gestão no jornalismo digital. Disponível em: <http://www.eca.usp.br/prof/josemarques/arquivos/monografia4_d.htm>.

MATTOSO, Guilherme de Querós. “Internet, jornalismo e weblogs: uma nova alternativa de informação”. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/mattoso-guilherme-webjornalismo.pdf

PALACIOS, Marcos. Jornalismo online, informação e memória: apontamentos para debate. Universidade Federal da Bahia, 2002. Disponível em: <http://www.facom.ufba.br/jol/pdf/2002_palacios_informacaomemoria.pdf>.

PRIMO, Alex. Interney blogs como micromídia digital: elementos para o estudo do encadeamento midiático. Compós. Disponível em:  http://www.compos.org.br/data/biblioteca_416.pdf

RIBAS, Beatriz. “Infografia Multimídia: um modelo narrativo para o webjornalismo”. V Congreso Iberoamericano de Periodismo en Internet, Salvador, Bahia, 2004. Disponível em: http://www.periodistaseninternet.org/docto_congresos-anteriores/VcongresoBrasil/AIAPI%202004%20Beatriz%20Ribas.pdf

 

Revista acadêmica internacional

Online Journalism Review

http://www.ojr.org/

 

Escrito por Francisco Rolfsen Belda

06/02/2012 às 22:33

Deixe uma resposta