teia de ideia [mídia e tecnologia]

Francisco Rolfsen Belda

Quer ser vereador? Prepare-se

nenhum comentário

Um bom negócio para escolas de formação profissional, agora, seria oferecer cursos para quem quer disputar uma vaga de vereador. A cidade está cheia de candidatos a candidato. Você deve conhecer algum. É aquele que não perde festa de bairro, quermesse, inauguração, jogo de futebol, reunião de condomínio, roda de carteado, casamento, batizado, velório… Onde houver mais de meia dúzia de pessoas, ele aparece. Muitos já são políticos profissionais. Mas a maioria precisa mesmo do curso de capacitação, embora não admita. 
Candidatos iniciantes poderiam começar lendo “Como fazer amigos e influenciar pessoas”, de Dale Carnegie, e assistindo a um videoclipe motivacional sobre o desafio de competir e vencer. Para os mais experientes, atualização com a cartilha “Tudo o que você queria saber sobre Ficha Limpa mas tinha vergonha de perguntar”. O programa incluiria aulas personalizadas, material apostilado, CD-ROM da legislação municipal, dicas de redação para redes sociais, atividades à distância, com plantão de dúvidas e pleitos simulados com eleitores virtuais, além de treino retórico e condicionamento físico, como preparação para o bate-boca e o corpo-a-corpo nos bairros.
O curso daria trabalho, mas valeria a pena. Afinal, candidato que se preze, em cidade séria e desenvolvida, não pode ser nem parecer despreparado. Precisa saber, por exemplo, como funcionam consórcios intermunicipais, quais os critérios de cálculo de tributos, como e de onde vem o dinheiro da saúde e da educação, qual a função de cada órgão de justiça e segurança pública, como se avalia um orçamento diante da legislação de responsabilidade fiscal, o que é propina e como evita-la, e por aí vai.
Eleição não é concurso de cátedra, claro, e nem deve ser. Mas conhecer melhor a função pública que se quer ocupar não faz mal a ninguém. Quem sabe isso não renda até um ciclo de debates entre candidatos a vereador. Candidato pergunta para candidato, público pergunta para candidato, jornalista pergunta para candidato. Se não souber responder, pode pedir ajuda aos universitários. Ou já pede pra sair.

Escrito por Francisco Rolfsen Belda

12/04/2012 às 23:42

Publicado em Coluna

Deixe uma resposta