teia de ideia [mídia e tecnologia]

Francisco Rolfsen Belda

Teorias da imagem e planejamento gráfico-editorial

nenhum comentário

A partir da definição do que é imagem, de seu funcionamento e elementos constitutivos, a ficha sumariza a aplicação desses princípios no planejamento gráfico-editorial de produtos jornalísticos.
Contextualização

Experiência visual e comunicação humana:

  •     Aproximação da realidade através dos sentidos
  •     Compreensão do ambiente e orientação de reações
  •     Representação e registro primitivo da história

Evolução do pensamento a partir das imagens:

  •     Símbolos pictóricos e hieróglifos [pinturas rupestres, egípcios]
  •     Escrita por sinais fonéticos [pedra da roseta]
  •     Alfabetos e suportes de registro [papiro, pergaminho, papel, livro]
  •     Representação gráfica e produção editorial [prensa, jornais, revistas]
  •     Novos meios digitais de visualização de informação [telas, lentes]

Desenvolvimento dos poderes de abstração e simbolização
Ciclo 1: Imagem > Pictograma > Fonema > Alfabeto
Ciclo 2: Alfabeto > Editoração > Design > Imagem
(O “eterno retorno”)

Conceito de  “Imagem”

(BORBA – Dicionário de usos do Português do Brasil, 2002)
Reflexo, espelho
Estampa
Representação mental de uma forma
Impressão de um objeto
Metáfora
Traços ou marcas
Imitação ou cópia

(FERRATER MORA, Dicionário de Filosofia)
Do grego “ídolo” (Demócrito e Epicuro)
Representação das coisas em sensações
Afetação da visão e outros sentidos
Experiência do belo e da beleza artística (Sócrates)
“Simulacra”, “imago” (Lucrécio)
Irradiação de sensações pelas coisas
Figura, ou “effigies”
Sucessão de impressões na mente
“Imagines”, “figurae”, “spectra” (Cícero)

 

Definição da imagem (VILLAFAÑE e MÍNGUEZ, 39-57)

  • Nível de realidade
  • Simplicidade estrutural
  • Concretude do sentido
  • Materialidade da imagem
  • Geração da imagem
  • Definição estrutural

 


Teorias de referência

Abordagens analítica e sintética AUMONT (52-58)
Funcionamento da visão segundo Newton, Goethe, Schopenhauer
Percepção visual: origens na psicologia Gestalt (http://en.wikipedia.org/wiki/Gestalt_psychology) (síntese em HURLBURT, 136-7)

ARNHEIM 91-2 figuras inclinadas, reconfiguração do esquema estrutural: triângulo-triângulo, quadrado-losango
“e quem decidiu que a igualdade deve basear-se no material e não nos critérios visuais?” (aparência x essência)
“Ver algo implica determinar-lhe um lugar no todo: uma localização no espaço, uma posição na escala de tamanho, claridade ou distância” (Arnheim, p4)

Escrito por Francisco Rolfsen Belda

13/04/2017 às 22:04

Deixe uma resposta