teia de ideia [mídia e tecnologia]

Francisco Rolfsen Belda

Publicações e produções de referência

nenhum comentário

Suplementos e revistas que contribuíram para a formação do jornalismo de agronegócio no Brasil. Profissionalização  e sucessão de modelos de cobertura.
  • Modelo antigo (1950): “Chácaras e quintais”
    • Informação geral de curiosidade e entretenimento
    • Paisagismo, pomares, hortas, rebanhos domésticos
  • Renovação (1955): “Suplemento Agrícola” – Estadão
    • Redação por agrônomos com vocação de escritores
    • Proximidade com centros de pesquisa Esalq/IAC
    • Fonte de informação para agricultores tecnificados
    • Suprimento da falta de técnicos extensionistas
    • Texto de estilo acadêmico, extenso, específico
    • Divulgação de pesquisas científicas
  • Influência do modelo da revista norte-americana “Vision”
    • Profissionalização jornalística
    • Foco em agribusiness
    • Ideologia da produtividade capitalista
    • Disseminação de novos modelos econômicos
  • Revista em destaque no Brasil nos anos 1960
    • “Coopercotia” (mensal)
    • “Guia Rural” (anuário)
    • “Avicultura Brasileira”
    • “Informativo Nestlé”
    • “Dirigente Rural”
      • Novo projeto gráfico (couchê, cores)
      • Redação inicial por técnicos
      • Copydesk por jornalistas
      • Revisão por técnicos
      • Diagramadores profissionais
      • Consultoria de agrônomos dos EUA
      • Difusão de novas tecnologias
  • Associação Brasileira de Informação Rural (1966)
    • Modelo norte-americano de extensionismo
    • Profissionalização da redação jornalística especializada
    • Boletim ABIR Informa
  • Veículo público: “Rádio Rural” – Ministério da Agricultura
  • Iniciativas de jornais privados
    • Editoria em “O Globo” e “Diário de São Paulo”
    • Jornal “O Ruralista”, em Minas Gerais
    • Suplemento “Folha Agrícola” (leilões, aves, agricultura)
    • Jornal “Gazeta Mercantil”
  • O caso do jonal “Correio Agropecuário”
    • Foco em empresários rurais
    • Mário Mazzei Guimarães (1966)
    • Ditadura versus Democratização
    • Crítica à política agrícola
    • Impressão sem censura na gráfica do Estadão
    • Tiragem de 80 mil exemplares
  • 1000 edições do “Suplemento Agrícola” (1973) e 20 anos (1975)
    • Foco até então em produção e pesquisas agronômicas
    • Novos focos: mecanização, interiorização da produção, tecnologias
    • Aproximação com temáticas de Economia
    • Pauta abrangente a temas de abastecimento e consumo
  • Novas contribuições do jornal “Correio Agropecuário”
    • Introdução de temas agroindustriais e processamento
    • Percepção de elos da cadeia produtiva
    • Dificuldade comercial a partir de 1976
    • Contradições: progressismo e posições de classe
  • “Folha Agrícola”, “Agência Folha” e “Folha de S. Paulo”
    • Cobertura da crise de abastecimento de 1978/1979
    • Ampliação da cobertura sobre temas de agroeconomia
  • Associação dos Jornalistas de Agropecuária de São Paulo (Ajoagro)
    • Fundada em 1984, chegando a reunir 100 sócios

EXERCÍCIO DE APLICAÇÃO

  • Exemplos do mercado editorial contemporâneo
    • Agroanalysis
    • Dinheiro Rural
    • Globo Rural
    • Panorama Rural
    • Produz
    • Terra Viva
  • Leitura crítica e comparativa de publicações
    • Terminologia empregada
    • Narratividade
    • Argumentação
    • Aspectos gráficos
    • Fontes de informação

Escrito por Francisco Rolfsen Belda

01/09/2010 às 7:55

Deixe uma resposta